4 Mitos da Bolsa de Valores Que Estão Impedindo Você de Ficar Rico

mercado de ações
Banco Azul = Mitos Sobre Ações / Cavalo = Você Investidor

Desde que comecei a estudar para investir no mercado de ações em 2005, sempre ouvi muitos “conselhos” que depois de alguns anos de experiência, se mostraram ser grandes mitos.

Provavelmente você já ouviu vários desses mitos sem saber, e talvez por falta de informação e experiência, você pode ter acreditado neles e achado que são verdades absolutas. O que é grave pois pode fazer você perder muito tempo e dinheiro.

Mas fique tranquilo, para impedir que você acredite nessas mentiras, selecionei os 3 mitos que considero os mais graves para poder abrir os seus olhos e mostrar que você é capaz de ter sucesso no mercado de ações. São eles:

  • Mito 1: O investimento em ações é muito arriscado;
  • Mito 2: É preciso ser um expert em economia para lucrar na bolsa de valores;
  • Mito 3: É preciso ficar de fora quando a bolsa de valores estiver ruim;
  • Mito 4: É preciso de muito tempo livre para investir na bolsa de valores com sucesso;

Qualquer um desses mitos, individualmente, tem o poder de fazer qualquer um desistir de investir no mercado de ações.

Entretanto, se você souber a verdade sobre cada um deles, entender o que fazer para superá-los, você vai conseguir ter um belo resultado positivo no longo prazo .

Para complementar as informações que você vai aprender aqui, faça o download gratuito do eBook "A estratégia definitiva para vencer na bolsa de valores" agora e comece a investir para um futuro melhor o quanto antes.

Leia até o fim para descobrir o que realmente é preciso fazer para evitar cair nesses mitos do mercado de ações e sair na frente da maioria.

Mito 1: O investimento em ações é muito arriscado

Hoje eu consigo enxergar que arriscado é investir em algo que você não entende.

Não há garantia nenhuma de retorno ao investir em ações, mas se você souber aplicar qualquer método que respeite alguns conceitos básicos (que explico mais à frente) e que traga as chances de lucro para o seu lado, as ações podem se tornar o investimento mais rentável e seguro que existe.

Jeremy Siegel, professor de finanças da Wharton School da Universidade da Pensylvania e grande estudioso do mercado de ações, escreveu um livro inteiro (Stocks for the Long Run) onde, usando dados de mais de 200 anos de história, provou por A + B que investir na bolsa pode ser mais rentável e mais seguro do que os investimentos com retorno fixo e garantido, no longo prazo.

O gráfico abaixo apresenta os resultados obtidos com os dados do mercado de ações americano.

mercado de ações
STOCKS = AÇÕES / BONDS E BILLS = RENDA FIXA / GOLD = OURO / USDOLLAR = DÓLAR AMERICANO

Esse gráfico mostra o quanto US$ 1,00 se valorizou no período de 1802 a 2012 em diferentes tipos de investimentos.

As ações transformaram US$ 1,00 em US$ 704.997,00, depois de descontada a inflação, enquanto que as aplicações de retorno fixo (bonds e bills) ficaram em US$ 1778,00 e US$ 281,00 respectivamente. O ouro (US$ 4,52) então, nem se fala. Como você pode ver a diferença é gigantesca!

Mesmo com todas a crises ocorridas durante esse período, as ações além de demonstrarem grande poder de recuperação, mostraram que foram o melhor investimento em mais de 200 anos.

O que você pode aprender com isso?

Justamente os conceitos básicos para investir com segurança no mercado de ações:

  • investir em ações para o longo prazo;
  • investir em empresas sólidas, capazes de sobreviver à crises e saírem mais fortes dela;
  • reinvestir os dividendos;

Assim como Jeremy Siegel fez ao calcular a valorização no período, você deve receber os dividendos e reinvesti-los comprando mais ações da mesma empresa, ou de qualquer outra boa empresa, de modo que essas novas ações coloquem mais dinheiro no seu bolso sem que você tenha que tirar mais do seu.

Ao reinvestir os dividendos, você ativará o poderoso mecanismo de juros compostos, que vai acelerar o crescimento do seu patrimônio.

Com o passar dos anos, mantendo a disciplina de todo esse processo, o retorno do seu dinheiro investido tende a aumentar cada vez mais ao mesmo tempo em que seu risco diminui progressivamente, ano após ano.

Mito 2: É preciso ser um expert em economia para lucrar no mercado de açoes

mercado de ações
Este senhor trabalhou como frentista de posto e zelador de uma loja de departamento. RONALD READ acumulou MILHÕES de dólares em ações durante toda sua vida e no fim doou tudo para o hospital e biblioteca de sua cidade – Brattleboro.

Logicamente você deve ter alguma noção geral sobre a economia mundial e sobre as empresas que você investe, mas não é necessário ser um expert em economia e finanças.

De fato, você vai aprender a lucrar com ações mais com a experiência do que com o estudo de todos mínimos detalhes que fazem parte do mundo financeiro.

Se esse mito fosse verdade, qualquer estudante formado em economia seria extremamente rico só de investir no mercado de ações. Entretanto, isso é algo que definitivamente não acontece.

Quem concorda com isso é Peter Lynch, um habilidoso gestor responsável por aumentar o patrimônio de seu fundo de ações de US$ 20 milhões para US$ 14 bilhões no período de 13 anos (1977 a 1990). Sendo o fundo mais rentável da época.

Só que o mais impressionante não é isso, mas sim como ele atingiu esses resultados.

Se você estudar o seu livro One up on Wall Street, você verá que Peter atingiu resultados espetaculares utilizando técnicas de avaliação de empresas que qualquer um poderia fazer. Veja como ele pensa em alguns trechos de seu livro:

Você pode achar que é a sofisticação e alto nível da conversa que os experts tem a respeito de uma companhia que nos trazem as melhores idéias de investimento, mas eu chego a muitas de minhas idéias da mesma forma que um investidor comum chega às suas.

- Peter Lynch


Ele incentiva as pessoas a simplesmente começarem a investir, pois o ato de “fazer”, vai dar muito mais conhecimento pra você, “depois de um tempo comprando carros ou câmeras, você desenvolve um senso do que é bom ou ruim, do que vende ou não vende.

Logicamente, um estudo prévio é importante … mas mais importante do que estudar teorias que não geram resultados na prática, é saber o que realmente funciona na vida real.

E na maioria das vezes, o mais simples é o que funciona.

Do alto de sua vasta experiência ele ainda afirma que “em termos de QI”, 87% dos investidores possuem o que é necessário para ter sucesso no mercado de ações.

“Os verdadeiros gênios acabam ficando voltados às cogitações teóricas e são constantemente traídos pelo movimento de preços, que são mais simples do que imaginam ser.”

No fundo, para saber se a empresa é boa, você tem que saber analisar:

  • o lucro que a empresa consegue entregar …
  • o controle de sua dívida e …
  • se ela possui forte geração de caixa …

Esse tipo de informação você consegue facilmente no site da BM&FBovespa ou no próprio site das empresas no setor de RI (Relacionamento com Investidores).

Será necessário adquirir algum conhecimento em contabilidade, mas nada que seja muito complicado.

Mito 3: É preciso ficar de fora quando a Bolsa de Valores estiver ruim

mercado de ações
Sabedoria milenar: o ideograma em chinês para “crise” , é igual a junção dos ideogramas para “perigo” e “oportunidade”.

Se existe um mito que pode fazer você perder bastante dinheiro é este aqui!

A grande verdade é que você deve fazer exatamente o oposto: quando o mercado de ações está ruim, é justamente o momento em que você deve acompanhá-lo mais de perto e se preparar para comprar muitas ações.

Os preços das ações refletem o seu valor no mercado naquele momento, o problema disso é que o mercado é incapaz de chegar a um consenso quanto ao preço justo a toda hora. São muitas variáveis a serem analisadas, cada um o faz à sua maneira e chega a resultados que nunca serão condizentes entre si.

Como se tudo isso ainda não bastasse, existem ainda os sentimentos de ganância e medo, que fazem com que os preços subam e caiam exageradamente em tempos de crise.

Isso é uma característica do mercado de ações.

Então, o que sempre vai acontecer, é que em alguns períodos uma boa empresa pode estar sub-avaliada no mercado, sendo negociada a um preço extremamente abaixo do que realmente vale.

E adivinhe quando isso acontece: justamente quando a bolsa está ruim.

Eventualmente algum acontecimento novo que pode limitar os lucros de uma excelente empresa ganha mais atenção do que seus bons fundamentos e provoca uma forte queda nos preços das ações.

Entretanto, se a empresa realmente for boa e seus gestores souberem lidar com o problema, será apenas questão de tempo até ela superar essa dificuldade e trazer os preços de volta para patamares cada vez mais altos.

Isso faz parte do ciclo de vida de qualquer empresa, a diferença é que algumas sucumbem diante das crises enquanto outras sobrevivem e voltam mais fortes ainda. Inclusive, incorporando as concorrentes mais fracas, aumentando ainda mais o seu valor.

Um exemplo disso é o que aconteceu com empresas do setor elétrico no ano de 2012 com a MP 579, onde foi determinado o congelamento de preços da energia elétrica ao consumidor.

Isso foi desastroso para as distribuidoras de energia, pois significou redução das margens de lucro, já que o custo para produzir energia iria aumentar, enquanto que as receitas não.

Se você analisar o gráfico da Cemig (CMIG3) –  que na minha opinião é a melhor do setor –  verá que houve uma queda de -25% no mês de setembro de 2012.

Muita gente vendeu no desespero com prejuízo, mas quem resolveu manter as ações em carteira, ou quem até comprou mais por acreditar na empresa, chegou a ter uma valorização de mais de 100% em agosto de 2014.

O que você deve entender é que a queda de preços não significa que a empresa está falindo, pelo contrário, pode significar uma bela janela de oportunidade para você comprar ações de uma empresa de alto valor por um preço barato. Assim como sempre fez Warren Buffet.

Então veja que quando a bolsa cai, diferente do que a “sabedoria” popular diz para fazer, você deve acompanhar mais de perto as ações em busca de boas oportunidades. Essa é uma maneira inteligente de usar uma característica da bolsa – a alta volatilidade – à seu favor.

E sempre que se tratar de procurar pelo melhor preço para comprar qualquer ação que for, utilize os conceitos de Suporte da Análise Técnica, pois eles vão mostrar com apenas uma imagem, o que seria necessário muitos cálculos fundamentalistas para ser encontrado.

Mito 4: É Preciso de muito tempo livre para investir na bolsa de valores com sucesso

Esse é um dos maiores mitos que afastam muito iniciantes da bolsa de valores.

Ao mesmo tempo que também é o maior responsável por provocar prejuízos irrecuperáveis em investidores desinformados, como era o meu caso no início.

Isso porque muitos acreditam que para ter sucesso na bolsa é preciso comprar na baixa e vender na alta no menor espaço de tempo possível.

E, infelizmente, essa é a pior estratégia que existe para lucrar na bolsa de valores. Pois ela exige muito tempo de dedicação, muito controle emocional e gera riscos desnecessários para o pequeno investidor.

Ao invés disso, o melhor que você pode fazer é seguir a mesma estratégia que tem funciona para os investidores de maio sucesso do mundo: buy and hold.

Através dessa estratégia você muda seu mindset para comprar ações de boas empresas, reinvestir os dividendos e crescer seu patrimônio aceleradamente, acompanhando o crescimento dessas empresas.

E o melhor de tudo, sem precisar acompanhar o mercado a toda hora.

Logicamente que no início você terá que se dedicar por mais horas para aprender a investir o seu dinheiro utilizando essa estratégia, mas depois que você pegar o jeito, você só vai precisar de poucos minutos para executar o seu plano com sucesso.

Agora, para finalizar e fixar melhor o conteúdo, aqui vai um breve resumo do que foi discutido:

Mito 1: Investir em ações é muito arriscado: invista em empresas lucrativas, que paguem dividendos e reinvista-os. No longo prazo seu risco tende a cair e seus lucros tendem a aumentar.

Mito 2: É preciso entender muito de economia para lucrar com ações: a experiência conta mais do que a teoria. Estude o suficiente para começar e desenvolva na prática o que funciona melhor para você.

Mito 3: É preciso ficar de fora quando a bolsa estiver ruim: quando a bolsa cai é justamente o momento que você conseguirá comprar as ações de boas empresas pelo preço mais barato possível, então você deve fazer o oposto e se preparar para investir mais ainda nas baixas.

Mito 4: Precisa de muito tempo livre para investir na bolsa de valores com sucesso: se você utilizar a mesma estratégia que os maiores investidores de sucesso da história da bolsa, verá que a melhor coisa que você pode fazer é se manter longe do mercado de ações.

Caso você esteja à procura de um material que vá mais direto ao ponto e que mostre como matar esses 3 mitos em um simples passo a passo, assista agora a essa apresentação gratuita que preparei com todo cuidado para você.

Lá eu revelo os segredos do método exclusivo que eu criei para investir na bolsa de valores com segurança, alta rentabilidade sem ter que me dedicar por mais do que 1 dia por semana para isso.

Se você gostou desse post, assista à apresentação agora, pois nunca se sabe quando a próxima boa oportunidade de comprar empresas boas por um preço barato pode surgir.

Tenha a certeza de estar preparado para a próxima oportunidade =)

Espero que tenha gostado do post. Comentários e sugestões é só escrever abaixo.

 

Um abraço,

– Bruno Kataoka

2
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Bruno KataokaFabio Tavares Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Fabio Tavares
Visitante
Fabio Tavares

Boa tarde Bruno, sou Militar Estadual e moro no RJ. Devido a crise do Estado procurei outras fontes de renda e, resolvi aventurar-me no mercado de investimentos. Em Abril de 2016, assinei um plano de uma empresa de informações financeiras e, desde então, venho dedicando-me aos estudos. Em 18/11/16 fiz meu primeira operação na Bolsa e, estou surpreso com minha performance. Meus amigos de quartel encantados, tem me procurado e acabei montando um grupo onde dividimos as despesas de assinaturas e compras de livros. Invisto no longo e no curto prazo. Ví em seu artigo falar sobre Suporte da Análise… Read more »

Bruno Kataoka
Visitante
Bruno Kataoka

Olá Fábio! Parabéns pela sua iniciativa! Tenho certeza que se você continuar se dedicando, sem deixar que os altos lucros deixem você descuidado, você conquistará uma performance melhor ainda no futuro e vai trazer muitas alegrias para os seus amigos! Em relação ao suporte, ele é um termo utilizado em Análise Técnica para determinar patamares de preço onde os compradores começaram a ganhar mais força que os vendedores, freando a queda de preços e provocando uma reversão de tendência. Por isso o nome de suporte, pois ele funciona como se fosse o “limite inferior” de preços. Você pode dar uma… Read more »