[Estudo de Caso] Como Ter Uma Alta Lucratividade Com Opções de Compra

estudo de caso 4

Você já teve curiosidade para saber como é possível aumentar o seu retorno utilizando uma operação simples, segura e rápida com opções de compra conhecida como: lançamento coberto (venda coberta) na prática?

Se a sua resposta foi sim, essa é a sua chance de conhecer os bastidores de uma sequência interessante de lançamentos cobertos que eu fiz no ano de 2014 e que durou até meados de 2015, que tinha o objetivo de zerar o meu preço médio de compra.

Então, se você quiser saber:

  • … se eu consegui atingir o meu objetivo.
  • … como você pode aumentar seu retorno com o lançamento coberto.
  • … como manter o controle emocional durante seus lançamentos.
  • … o quanto seu preço médio pode diminuir.
  • … e quanto tempo isso pode demorar.

Continue lendo este estudo de caso até o fim.

Pois ele tem o poder de transformar você em um investidor mais lucrativo, eficiente e consciente.

Interessado pelo assunto? Então clique em algum dos símbolos acima e vamos juntos, ajudar mais investidores a alcançarem sua liberdade financeira compartilhando o post no Facebook, Linkedin ou Twitter.

Veja como você pode aumentar sua rentabilidade com baixo risco através de um método simples e comprovado. Baixe GRÁTIS agora o eBook "A Estratégia Definitiva Para Vencer na Bolsa de Valores" e turbine seu aprendizado.


Caso você queira saber mais sobre os aspectos básicos do lançamento coberto, leia esse post onde eu explico com mais detalhes as vantagens e desvantagens desse tipo de operação.

Registro das operações com opções de compra

Vou colocar uma figura da ANA (Aviso de Negociação de Ativos) que é onde ficam registradas as operações de compra e venda que todos investidores fazem na bolsa para que você possa usá-la como um guia durante o estudo e entenda melhor como foi a sequência dos meus lançamentos.

Infelizmente, não foi possível resgatar os dados da data que comprei as BVMF3 e fiz o primeiro lançamento, aparentemente existe um limite até onde posso acessar o meu histórico.

Mas sem problemas, pois guardei os comprovantes de operação, assim consigo colocar a data exata que fiz as compras e o primeiro lançamento para que você tenha mais segurança com os dados que coloco aqui.

Lançamento coberto

Excluí as outras operações que realizei no apenas para facilitar o entendimento e deixar a tabela mais organizada. Logicamente, não alterei nenhum valor de compra ou venda.

Dito isso, vamos passo a passo estudando cada decisão de investimento.

Compra das ações BVMF3

Aqui resolvi separar uma pequena quantidade de dinheiro apenas para fazer um experimento, o meu objetivo era zerar meu preço médio no menor tempo possível com os prêmios das opções de compra que eu ia vender.

Em outras palavras, eu queria ter um retorno de 100% do dinheiro que eu investi usando o lançamento coberto, portanto, se eu paguei R$ 11,02 por ação, meu objetivo era ganhar de volta a mesma quantia por ação com os prêmios das opções de compra que eu ia lançar mais os dividendos que eu ia receber no meio do caminho.

Compra BVMF3

Lá no canto direito do gráfico semanal você pode ver que BVMF3 veio de várias semanas de alta e fez um recuo até a MME (Média Móvel Exponencial) de 21 períodos.

Como o IFR, que é esse traço vermelho que se encontra na janela abaixo da janela do gráfico, NÃO estava indicando que a ação estava sobrecomprada (perto de cair), achei que esse recuo indicava uma boa chance de entrar nessa tendência de alta.

Deixei a ordem agendada e consegui comprar 300 BVMF3 a R$ 11,02 no dia 05/06/14.

bvmf

Apesar do desconforto de comprar uma ação que já vinha de 7 pregões de queda e ter que conviver na época com notícias desanimadoras, realizei a compra por acreditar, através da simples análise que eu fiz, que as chances de subir eram maiores que de cair.

Veja no gráfico diário abaixo o dia exato que eu fiz a compra e o que aconteceu nos 4 meses seguintes:

Pós-compra BVMF3

Logo após eu fazer a minha compra a ação subiu mais de 30% em cerca de 3 meses, o que no mínimo mostrou que eu fiz uma boa compra.

Só quero frisar que o objetivo nunca foi acertar o timing exato, mas sim pagar um preço baixo pela ação. A forte alta já no dia seguinte foi mais exceção do que regra.

Como o plano era fazer o lançamento coberto de maneira estratégica e não de qualquer jeito, esperei o IFR me indicar quando as ações estivessem sobrecompradas. Cenário que aconteceu cerca de 3 meses depois, foi então que vi a oportunidade de fazer meu primeiro lançamento coberto.

BVMFJ14 (2)

Primeiro Lançamento de opções: BVMFJ14

  • Data: 10/09/14
  • vencimento: 20/10/2014
  • prêmio: R$ 0,42
  • strike: R$ 13,70 (out of the Money, pois está acima do preço da ação na data)
  • preço da ação na data: R$ 13,20

 

bvmf1

Veja no gráfico abaixo que após meu lançamento (“V” em vermelho) os preços chegaram a subir bem, o que me deu um certo “frio na barriga”, só que como ainda faltavam muitos dias para o vencimento, meu strike estava OTM (fora do dinheiro) e o gráfico já dava sinais de fraqueza, mantive minha calma e segui firme na minha posição.

BVMFJ14 1

Valeu à pena esperar, pois uma forte queda desvalorizou bastante as BVMFJ14, que também contou com o fator tempo para acelerar mais ainda a sua desvalorização, já que quanto menos tempo para o vencimento, menores as chances das BVMF3 atingirem o preço de strike.

Assim, consegui fechar minha operação recomprando as BVMFJ14 (“C” em azul):

  • preço de recompra: R$ 0,02 (lucro de 95,23%)
  • data da recompra: 15/10/14 (26 dias úteis)

Segundo Lançamento de opções: BVMFK13

Depois de um belo lucro de quase 100% no primeiro lançamento eu já estava mais cauteloso, pois as chances dos preços caírem já eram menores.

Mesmo assim, achei que ainda existia um espaço para um lançamento rápido de poucos dias e resolvi arriscar.

  • Data: 21/10/14
  • Vencimento: 17/11/14
  • Prêmio: R$ 0,60
  • Strike: R$ 12,81 (out of the Money)
  • Preço da ação: R$ 10,70

BVMFK13 1

Em 5 pregões, a queda foi o suficiente para provocar uma forte desvalorização nas BVMFK13:

  • Preço de recompra: R$ 0,04 (lucro de 93,40%)
  • Data da recompra: 27/10/14 (5 dias úteis)

Terceiro Lançamento de opções: BVMFF13

Depois de dois lançamentos bem-sucedidos achei que era hora de esperar para que os preços subissem novamente e criassem novas condições de lançamentos. Tanto que só fui lançar no ano seguinte.

  • Data: 27/04/15
  • Vencimento: 15/06/2015
  • Prêmio: R$ 0,60
  • Strike: R$ 12,90 (out of the money)
  • Preço das ações: R$ 12,65

BVMFF13 1

Aqui usei a mesma estratégia: IFR semanal indicando fraqueza e lançamento de opções OTM (fora do dinheiro)

Mas perceba que após minha venda, os preços ficaram oscilando bastante, inclusive subindo com força. O que me deixou meio apreensivo.

Só que como meu strike era alto, o gráfico indicava fraqueza e ainda faltava bastante tempo para o vencimento, consegui manter o controle emocional e tive paciência para recomprar minhas BVMFF13 no lucro:

  • Preço de recompra: R$ 0,20 (lucro de 66,67%)
  • Data da recompra: 13/5/15 (14 dias úteis)

Quarto Lançamento de opções: BVMFG41

Desde o lançamento anterior eu já estava esperando uma queda forte, mas forte mesmo!

O problema é que ela estava demorando para chegar e eu sabia que deveria estar bem posicionado antes dela vir, pois só assim que conseguiria aproveitar a queda para lucrar bem.

Com isso em mente e mais ganancioso, eu arrisquei e fiz um lançamento com um strike mais baixo, pois quanto mais pra dentro do dinheiro, quando mais ITM a opção, maior o prêmio e maior o meu lucro caso as BVMF3 caíssem.

Então, lancei as BVMFG41:

  • Data: 08/06/15
  • Vencimento: 20/07/15
  • Prêmio: R$ 0,86
  • Strike: R$ 11,28 (in the money, abaixo do preço da ação na data do lançamento)
  • Preço da ação: R$ 11,55

BVMFG41 1

Nesse meio tempo eu esperava que os preços caíssem forte. Eles até caíram mas ficaram praticamente andando de lado.

O problema disso tudo é que eu tinha lançado opções ITM, que pouco perdem valor com o passar do tempo, pois as chances de serem exercidas são muito próximas de 100%.

Com isso, uma sensação de pânico foi tomando conta de mim a medida que o vencimento se aproximava, o que me causava sofrimento e desconforto.

Até que, após uma forte sequência de 7 dias de alta e com as chances de ser exercido aumentando cada vez mais, acabei fechando a operação:

  • Preço de recompra: R$ 0,75 (lucro de 12,79%)
  • Data da recompra: 14/7/15 (26 dias úteis)

Não perdi dinheiro mas também quase não ganhei, pois as corretagens, emolumentos e IR comeram quase tudo ficando uma quantia muito pequena pra mim.

Se eu tivesse lançado uma opção OTM eu teria tido um lucro maior na recompra das opções e não teria ficado tão desconfortável assim. Isso porque elas teriam perdido mais valor com o passar do tempo, já que os preços passaram a maior parte do tempo andando de lado.

Às vezes, não vale a pena correr um risco maior para ganhar mais.

Quinto lançamento de opções: BVMFH12

Entretanto, eu tinha confiança de que a queda estava cada vez mais próxima e que as chances de isso acontecer antes da data de vencimento eram grandes. Arrisquei mais uma vez uma opção ITM.

  • Data: 15/7/15
  • Vencimento: 17/08/15
  • Prêmio: R$ 0,55
  • Strike: R$ 11,78 (in the Money)
  • Preço da ação: 11,89

Como você pode ver na figura abaixo, depois de demorar dois lançamentos para acontecer, finalmente a forte queda veio e eu fiquei aliviado.

BVMFH12 1

Perceba que se você utilizar a análise técnica do jeito certo, é possível ter mais clareza quando uma ação está muito cara ou muito barata. O que não tem como saber com precisão é quando a reversão vai acontecer, e é por essas e outras que a Análise Técnica convencional não funciona.

Com um bom lucro no bolso, fechei minha operação:

  • Preço de recompra: R$ 0,10 (lucro de 81,81%)
  • Data da recompra: 23/07/15 (7 dias úteis)

Não me arrependo de ter lançado, novamente, uma opção ITM, entretanto, toda essa sequência de lucros começou a ter um efeito negativo em mim: comecei a ficar muito ganancioso.

Sexto Lançamento de opções: BVMFH11

Confiante de que mais queda ainda estava por vir, no mesmo dia da recompra das BVMFH12, lancei mais opções para o mesmo vencimento (ou seja, menos tempo para o “tempo” agir e corroer o prêmio das opções), com um strike mais baixo, porém, fora do dinheiro.

  • Data: 23/07/15
  • Vencimento: 17/08/2015
  • Prêmio: R$ 0,45
  • Strike: 10,78 (out of the money)
  • Preço da ação: R$ 10,70

BVMFH11 1

Como uma reversão poderia acontecer e eu não queria ser exercido, fechei minha operação:

  • Preço de compra: R$0,19 (lucro de 57,77%)
  • Data da recompra: 31/07/15 (7 dias úteis)

Sétimo Lançamento de opções: BVMFI40

A satisfação com “lucro pequenos” e constantes durou pouco tempo, achei que eu estava indo muito devagar e que poderia ganhar muito mais.

Junte isso com o desejo de bater o recorde mundial de “zeramento de preço médio” e você vai ter um lançamento de uma opção muito dentro do dinheiro em um momento totalmente desfavorável.

  • Data: 13/8/15
  • Vencimento: 21/09/2015
  • Prêmio: R$ 0,54
  • Strike: R$ 10,16 (in the money)
  • Preço da ação: R$ 10,70

Veja que o strike estava bem abaixo dos preços que as ações se encontravam na data do lançamento.

Perceba o que a falta de controle emocional, quando se está ganhando, pode ser tão prejudicial quanto se está perdendo. Claramente eu estava cego, pois as chances eram de que as ações subissem. Só que eu estava ali, lançando agressivamente apostando na queda.

Infelizmente, fui exercido por R$ 10,16 com o preço de mercado das BVMF3 em R$ 10,96.

BVMFI40 1

Como minhas opções estavam muito ITM, a liquidez ficou baixa e não consegui recomprar minhas BVMFI40, caso contrário, eu teria recomprado minhas BVMFI40 por um preço muito maior, mas continuaria com as minhas ações em carteira.

Não foi tão ruim assim, pois a essa altura meu preço médio estava em R$ 8,42, o que quer dizer que eu estava no lucro. Entretanto, a minha jornada para zerar meu preço médio terminou aqui.

Números da sequência de lançamentos cobertos

  • Preço de compra BVMF3: R$ 11,02
  • Investimento total: R$ 3.306,00
  • Dinheiro dos prêmios (líquidos): R$ 593,41 (17,94% em relação ao valor investido)
  • Dinheiro recebido através dos dividendos e JSCP: R$ 183,90 (5,56% em relação ao valor investido)
  • Retorno total com renda passiva: R$ 777,31 (23,51%) ou R$ 2,60 por ação
  • Preço médio final: R$ 8,42 (diminuiu em 23,59%)
  • Preço de venda final: R$ 10,16
  • Lucro total: R$ 519,31 (15,70%)
  • Tempo decorrido: 1 ano e 3 meses

 

Conclusão dos Resultados

Veja que o retorno total com renda passiva (prêmios + dividendos) superou o CDI no período, que rendeu cerca de 18%, com base nos dados dessa data , o que indica que é um estratégia que traz bons resultados, se feita da maneira certa.

Entretanto, como fui exercido a um preço muito baixo, meu lucro total acabou diminuindo, o que fez com que financeiramente essa operação não compensasse.

Conclusão das Operações

Revisando os lançamentos, você vai perceber que eu tive lucro nos lançamentos onde consegui aliar condições gráficas favoráveis com lançamento de opções OTM (fora do dinheiro).

Sem contar que foram operações onde me senti menos pressionado, logo, consegui ficar mais calmo, tranquilo e assim pude julgar melhor as minhas decisões.

Por coincidência, nos 2 lançamentos onde não tive lucro (quarto e sétimo lançamentos) eu lancei opções ITM (dentro o dinheiro) com condições gráficas favoráveis no quarto lançamento e nem tanto no sétimo.

Além do péssimo resultado financeiro, foi uma operação mais sofrida, pois a pressão era muito maior. O que minou meu controle emocional e atrapalhou meu raciocínio lógico.

Com isso, podemos concluir que a pressa em atingir resultados espetaculares em pouco tempo, principalmente após sucessivas operações no lucro, podem nos surpreender negativamente.

O ideal, é ter o longo prazo como objetivo e ir realizando lançamentos nos momentos onde suas chances de lucrar são maiores e lançando opções OTM sempre que possível, sem deixar a ganância tomar conta de você.

Observe o mapa com os 7 lançamentos que eu fiz:

mapa dos lançamentos

O que eu poderia ter feito para melhorar meus resultados:

No quarto lançamento a tendência ficou lateralizada, se eu tivesse lançado OTM, provavelmente eu teria lucrado alguma coisa na operação, pois o prêmio teria perdido mais valor com o passar do tempo do que a opção ITM que eu lancei.

Sem contar na maior tranquilidade, o que se traduz numa melhor percepção do que está acontecendo e numa melhor qualidade de vida.

Se após o sexto lançamento eu tivesse tido a paciência e sabedoria de esperar por um momento melhor, minhas BVMF3 a R$ 8,96 de preço médio, estariam na situação do gráfico abaixo:

BVMF3 hoje

Com os preços em R$ 15,62, no pregão de 05/04/16, elas estariam valendo 74,33% a mais (em 10 meses exatos).

Por essas e outras que digo que você deve pensar muito antes de vender uma ação, pois mesmo com um lucro no bolso, a sensação de ter perdido uma chance de ganhar muito mais acaba sendo mais forte. E isso pode destruir o seu controle emocional.

Pergunte como sei disso 😉

Por esse motivo que hoje faço lançamentos cobertos somente em momentos estratégicos ao invés de ficar emendando um no outro.

Mas isso só é possível pois sigo uma estratégia de Buy and Hold própria que me permite comprar ações sempre que elas estão próximas do fundo gráfico com segurança.

Caso você queira saber como ela funciona, clique aqui e veja como investir na bolsa pode de maneira simples e altamente lucrativa.

E o melhor de tudo … com apenas 1 dia de dedicação por semana (no máximo).

Mas enfim, o objetivo de zerar o preço médio no menor tempo possível não foi alcançado, muito em parte pela ganância do operador (eu) e pela pressa em querer que isso acontecesse em tempo recorde.

Se eu tivesse tido mais paciência, as chances de atingir meu objetivo no longo prazo seriam muito maiores e provavelmente eu teria conseguido.

Entretanto, lições foram aprendidas, amadureci como investidor e ainda consegui ser pago por isso.

Espero que você tenha gostado do estudo e aprendido com meus erros e acertos.

Estou aberto a críticas e sugestões, deixe seu comentário abaixo e compartilhe com quem você achar que poderia se interessar. Vamos, juntos, ajudar os amigos a investirem de maneira mais consciente e tranquila.

Grande abraço e até a próxima.

– Bruno Kataoka

3
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Bruno KataokaIsrael Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Bruno Kataoka
Visitante
Bruno Kataoka

Olá Israel, tudo bem? Eu optei por recomprar por 2 motivos: 1 – Já garantir um lucro interessante, pois opções que custam em torno de R$ 0,10 ou menos, já começam a demorar muito para chegar em R$ 0,01 e ainda corro risco de ser exercido caso ocorra alguma alta surpresa e insana dos preços. 2- Ficar livre de ser exercido e assim poder lançar algum outra opção caso apareça alguma boa oportunidade. Já deixei virar pó algumas vezes e sem problemas também, só que nesse caso eu estava com essa ganância de zerar o preço o mais rápido possível… Read more »

Israel
Visitante
Israel

Olá Bruno muito obrigado pela sua resposta foi muito esclarecedora. Eu apenas ainda não entendi o porque você foi exercido por R$ 10,16 sendo que o strike era de R$10,28. Será algo que eu não estou vendo?

Bruno Kataoka
Visitante
Bruno Kataoka

Olá Israel!

Putz, acho que eu que escrevi errado! Não consegui encontrar em lugar algum quanto era o strike, mas acho que você está certo e eu que me confundi!

Valeu pelo toque!

Abraços