Como Saber Qual Ação Comprar na Bolsa de Valores Para Ter Retornos Acima da Média

como saber qual ação comprar

Se você já se perguntou: como saber qual ação comprar na bolsa de valores? Então você vai gostar desse post.

Pois agora você vai descobrir tudo que tenho utilizado há mais de 10 anos para identificar e comprar ações que têm me trazido retornos acima da média.

Vale lembrar que essa é uma questão muito importante.

Pois se você NÃO souber qual ação comprar, você corre o sério risco de ter grandes prejuízos e ser expulso da bolsa.

Mas, se você souber qual ação comprar, você aumenta suas chances de ter uma rentabilidade altíssima, daquelas que são capazes de transformar uma vida.

Então, se você quer descobrir como saber qual ação comprar para ter um alto retorno, leia esse post até o final.

Veja o que você vai descobrir hoje:

  1. O que é uma ação.
  2. Como saber se uma ação tem alto potencial lucrativo.
  3. Como saber o melhor momento para se comprar uma ação.
  4. Como saber o melhor momento para se vender uma ação.

Se você gostou do conteúdo, já clique em algum dos ícones acima e compartilhe esse post com seus amigos e ajude-os a descobrir quais ações comprar na bolsa de valores para ter altas rentabilidades.

Quer saber o passo a passo para começar a investir na bolsa com sucesso? Clique aqui e baixe o eBook grátis com tudo que você precisa saber para conquistar altas rentabilidades na bolsa, com risco QUASE zero e com no máximo 30 minutos de dedicação por semana.

Vamos então agora aos tópicos citados.

1. O que é uma ação?

Exemplo de um certificado de ações da Ford (hoje esse documento não existe mais, pois fica tudo registrado eletronicamente)

Antes de investir na bolsa de valores, é importante que você saiba o que é uma ação para que você saiba no que está investindo.

Muitos investidores iniciantes não se importam com isso e vêem as ações como simples papéis ou até mesmo como bilhetes de loteria.

E se você encarar as ações desse jeito, você vai acabar como a maioria perdedora que enxerga a bolsa de valores como um grande Cassino.

O que está bem longe de ser verdade.

Por isso, é importante você saber que uma ação nada mais é que a menor parte de uma empresa.

Então, quando você compra uma ação, você está na verdade comprando uma pequena parte de uma grande empresa, de um grande negócio.

Veja, você não está comprando um bilhete de loteria que vai deixar você rico da noite para o dia, mas sim, uma parte de uma grande empresa que pode dar retornos acima da média no longo prazo.

Mas isso, só se você souber diferenciar uma empresa ruim de uma empresa boa.

Dito isso, vamos ao próximo tópico.

2. Como saber se uma ação tem alto potencial lucrativo

Fique tranquilo(a), você NÃO vai precisar de 12 monitores para saber qual ação comprar.

Se uma ação é a menor parte de uma empresa, então é necessário você saber analisar se essa empresa tem potencial para crescer mais ainda ou se ela está mal das pernas.

Isso porque se a empresa começar a diminuir seus lucros (ao invés de aumentá-los), o preço de suas ações tende a diminuir junto.

Afinal, o que vale mais?

Uma empresa que dá lucro ou uma empresa que dá prejuízos?

Com certeza a que dá lucros!

Quando uma empresa é capaz de se manter lucrativa e crescer de maneira sustentável, falamos que essa é uma empresa que gera VALOR ao acionista.

E quanto maior o VALOR que uma empresa gera, maior tende a ser o PREÇO de suas ações.

Bem diferente de empresas que têm prejuízos.

Se a empresa não dá dinheiro, então nenhum investidor vai querer colocar dinheiro nessa furada. Pois investimos nosso dinheiro para que ele se multiplique, certo?

Portanto, para saber se uma ação tem alto potencial lucrativo, você deve ser capaz de analisar como anda a sua saúde financeira.

Pois o que importa no final das contas é se uma empresa é capaz de lucrar de forma consistente e responsável com o passar dos anos.

Então para isso, basta você analisar o balanço financeiro das empresas da bolsa.

Essa análise é conhecida como Análise Fundamentalista, onde você analisa o que é fundamental para uma continuar crescendo no longo prazo.

Todas informações que você precisa estão disponíveis no site oficial da B3, a bolsa de valores brasileira.

Através desses dados, basta você analisar se uma empresa:

  • é lucrativa
  • é forte geradora de caixa
  • possui dívida controlada

Se a empresa apresentar todos esses 3 requisitos, então são grandes as chances de que ela continue crescendo nos próximos anos.

Agora, se a empresa falhar em algum desses requisitos, ou não tiver nenhum, então as chances são de que ela cresça menos ou até mesmo vá à falência com o passar dos anos.

Mas só analisar os fundamentos NÃO é o suficiente.

Pois os mercados não são eficientes.

Ou seja, nem sempre os preços das ações estão em sintonia com a tamanho do valor da empresa.

Às vezes uma euforia exagerada do mercado (como a expectativa de melhora na economia de um país) pode fazer com que o preço das ações suba demais.

Fazendo uma ação custar mais caro do que deveria.

O mesmo vale para quando um sentimento de pessimismo toma conta do mercado (como a crise do subprime de 2008 lá dos EUA que quebrou várias grandes empresas) e acaba fazendo as ações caírem muito mais do que deveriam.

Fazendo com que fiquem baratas demais.

Então, não basta você simplesmente comprar uma ação com bons lucros a qualquer preço.

Pois você pode pagar caro por uma ação e amargar grandes prejuízos caso uma forte queda de preços ocorra após sua compra.

Num cenário desses, você teria prejuízos mesmo investindo em uma ação de uma boa empresa.

O que não faz sentido algum. Concorda?

Seria como comprar um excelente imóvel, bem localizado, com ótimo acabamento e todo mobiliado por R$ 1milhão … mas que vale apenas R$ 500 mil.

Vai ficar bem difícil de ter lucro nessa operação.

Por esse motivo, você deve ler o próximo tópico.

3. Como saber o melhor momento para comprar uma ação

SIM, o timing é importante.

Você já deve saber que pagar caro por alguma coisa diminui a sua margem de lucro, certo?

Por exemplo, se você comprar um bom apartamento que vale R$ 1 milhão por R$ 1,5 milhões e depois for tentar vender … dificilmente você terá lucro.

Pois você teria que vender por mais do que R$ 1,5 milhões um apartamento que na média é negociado a R$ 1 milhão.

O mesmo vale para ações.

Se você pagar caro pela ação de uma boa empresa, dificilmente você terá lucro … mesmo a empresa sendo boa.

Por esse motivo é necessário saber avaliar se o preço de uma ação com bons fundamentos está barato (ou pelo menos no preço justo) antes de comprá-la, senão fica difícil ter uma boa margem de lucro.

As vantagens de se saber o momento certo de comprar uma ação.

Veja, se você sabe quando uma ação está barata, você ganha de diversas maneiras:

  • sua rentabilidade acaba sendo muito maior.
  • sua margem de segurança fica mais alta, o que diminui o risco de prejuízos (e facilita na hora de aguentar os solavancos do mercado).
  • seu dinheiro rende mais em menos tempo, pois se uma ação não tem muito mais para onde cair, a direção mais óbvia que ela tende a seguir é a de alta (uma forte alta, diga-se de passagem).

Então, veja que a habilidade de saber quando os preços estão baratos vale ouro na bolsa de valores.

É a diferença entre comprar uma ação no topo, como na figura abaixo:

Rentabilidade de apenas 3,94% em 6 anos.

E comprar a mesma ação bem no momento em que ela estava barata, ou próxima de reverter:

Uma rentabilidade de íncríveis + 450,84% em 3 anos.

Ou seja, quem comprou no topo em 2013:

  • teve uma baixa rentabilidade.
  • teve que aguentar cerca de 2 anos com um grande prejuízo (e perdendo seu sono por ter feito besteira).
  • teve que esperar 6 anos para ficar um pouco acima do zero a zero (se tivesse deixado na poupança teria rendido no mínimo 12% no mesmo período, isso sendo pessimista).

E quem soube aguardar para comprar próximo ao fundo em 2016:

  • teve uma rentabilidade MUITO acima da média.
  • teve uma alta rentabilidade correndo um risco baixíssimo (e ainda pôde sorrir de orelha a orelha vendo seu patrimônio se multiplicar).
  • teve que esperar apenas 3 anos para ver seu dinheiro se multiplicar por mais do que 5X (qual outro investimento entregou tamanha rentabilidade com tão baixo risco?).

Então, veja que eu não estava exagerando quando disse que dominar essa habilidade de comprar ações por preço baratos valia ouro na bolsa de valores.

4. Como saber qual o melhor momento para vender uma ação

Essa é uma dúvida que é comum entre muitos investidores.

Como a maioria acha que a Bolsa de Valores é um cassino e que você tem que fazer seu lucro rápido … as pessoas, no geral, acabam vendendo ou no prejuízo ou com um lucro muito menor do que poderiam ter.

Mas o que esses investidores ainda não entenderam, é que na bolsa de valores você investe em empresas … e não em bilhetes de loteria.

Uma vez que você sabe avaliar a saúde financeira de uma empresa e sabe qual o melhor momento de se comprar essa ação, fica tudo mais fácil.

O lucro cresce rápido, seu investimento de torna mais seguro e você enriquece exponencialmente.

Mas talvez agora você esteja se perguntando…

“Tá Bruno, mas até quando segurar uma ação?”

A resposta é simples: até a empresa começar a ficar ruim.

E você pode perceber quando uma empresa está ficando ruim quando ela começa a perder a solidez dos seus fundamentos.

Ou seja, quando ela começa a ter prejuízos, quando começa a ter fluxo de caixa negativo ou quando a dívida começa a ficar muito grande.

Se você comprou uma ação de uma boa empresa por um preço barato e ela começou a ficar ruim, dificilmente você terá prejuízos …

Pelo contrário, você poderá sair até mesmo com um belo lucro dessa operação.

Conclusão

Vamos recapitular o que você aprendeu nesse post:

  1. Você aprendeu o que é uma ação.
  2. Você aprendeu a ver quando uma ação tem alto potencial lucrativo
  3. Você aprendeu a qual o melhor momento de se comprar uma ação.
  4. Você aprendeu qual o melhor momento para se vender uma ação.

Esses princípios que você acabou de aprender são os mesmos princípios que os investidores mais ricos do mundo seguem para enriquecer cada vez mais.

Porém, a maioria das pessoas comuns que tentam seguir o mesmo método de análise que esses investidores, acaba se dando mal.

Isso porque é um método muito complicado e trabalhoso, criado por um gênio dos investimentos para outros gênios dos investimentos usarem.

Esse foi um problema que eu tive quando finalmente descobri qual o segredo dos grandes investidores … e cheguei a ficar frustrado com isso.

Mas depois de muito estudo, experimentos e até alguns prejuízos, consegui criar uma maneira diferente de ter os mesmos resultados que os grandes, mas sem ter que usar o mesmo método deles.

E sim! Isso é possível.

Nessa vídeo-aula eu mostro como cheguei a conquistar rentabilidades de até 162,43% em 12 meses com risco QUASE zero e com no máximo 30 minutos de dedicação por semana.

Se você é uma pessoa comum, como eu, que procura uma maneira mais simples, descomplicada e eficaz de investir na bolsa, então você vai gostar desse treinamento.

Espero que esse post tenha ajudado você a aprender mais sobre a bolsa de valores.

Qualquer dúvida é só enviar nos comentários abaixo.

Abraços e sucesso,

Bruno Kataoka

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of