Como Investir em Dividendos Para Viver de Renda

investir em dividendos

Confesso: quando comecei a investir na bolsa de valores (em 2006), eu não achava que investir em dividendos pudesse funcionar pra mim, pois eu achava que isso funcionaria só se eu tivesse muito dinheiro.

Mas depois que estudei mais a respeito e entendi o segredo que estava por trás dessa incrível estratégia, eu mergulhei de cabeça e coloquei como um dos meu objetivos viver de dividendos.

Ou, pelo menos, usar os dividendos para complementar minha renda na aposentadoria.

Hoje, mais de 10 anos depois, colho os bons resultados de uma estratégia bem executada.

E se você quer investir na bolsa de valores para se aposentar com tranquilidade, você deve considerar os dividendos para incrementar a sua renda.

Afinal, quem não quer receber uma parte do lucro das maiores empresas do Brasil e poder ter uma vida com mais conforto?

Porém, mesmo com grandes exemplos de investidores que começaram do zero e hoje vivem MUITO bem com a renda gerada pelos dividendos (como o Luiz Barsi), alguns especialistas desavisados, infelizmente, dizem que isso é impossível.

Essa inclusive, é uma dúvida que surge bastante entre os leitores do blog que se sentem desmotivados com esse tipo de afirmação.

Com foi o caso da Claudia que me enviou um email dizendo …

“Vi alguns professores especialistas dizendo que os dividendos só funcionam para quem já tem um bom dinheiro investido neles, como é o caso do Luiz Barsi. Isso me desanimou um pouco, mas mesmo assim, os dividendos ainda me pareciam a melhor escolha …”

Pode apostar que a Claudia está certa.

Para que você não caia em mais uma armadilha da mídia pessimista e ao invés disso, comece a investir para conquistar sua liberdade financeira, agora você vai descobrir como é possível investir em dividendos e construir uma bela renda na aposentadoria.

Continue lendo para descobrir:

  1. O mito #1 que está impedindo você de investir em dividendos com sucesso …
  2. 3 fatos que vão motivar você a criar sua renda com dividendos …
  3. 3 exemplos reais de como os dividendos funcionam (e muito bem) …
  4. 2 fatores essenciais para você otimizar o seu retorno com dividendos hoje e sempre …

Se você achou interessante, então compartilhe com seus amigos esse post e caminhem juntos em busca de mais qualidade de vida e uma aposentadoria tranquila.

Descubra como investir com sucesso na Bolsa de Valores através desse eBook grátis, que serve tanto para você que quer investir em dividendos quanto para você que quer investir para aumentar o patrimônio, enriquecer e viver de renda.


Leia todo o post até o final para focar de vez em uma estratégia que vai garantir uma aposentadoria mais tranquila e confortável pra você e sua família.

1. O MITO #1 QUE ESTÁ IMPEDINDO VOCÊ DE INVESTIR EM DIVIDENDOS COM SUCESSO

Assim como aprendi com Robert Kiyosaki (autor milionário de Pai rico, Pai Pobre), após ler 3 livros de sua coletânea, estamos na era da informação.

E na era da informação, conhecimento é poder (e dinheiro).

Por isso, aprender o porquê e como as coisas funcionam, vão colocar você sempre um passo ou dois à frente da maioria da população.

E quando se fala em investimento na Bolsa de Valores, isso é mais do que verdade.

Veja, muitos leitores me enviam emails falando que acham que não vale à pena investir em dividendos pois ouviram de especialistas que é preciso de muito dinheiro para isso.

Esses especialistas afirmam que o retorno com dividendos é muito pequeno quando em comparação com renda fixa e imóveis.

E que por isso é necessário muito dinheiro para se viver de dividendos.

Só que isso não passa de balela.

Pois ele apenas compara o retorno entre renda fixa e dividendos, sem levar em consideração a evolução do processo de reinvestimento de dividendos.

Logo mais você vai entender como esse processo funciona e vai entender como é possível viver de dividendos sem ter que ter vários milhões em sua conta.

Mas antes, você precisa saber de algumas coisas.

Longe de dizer que é necessário pouco dinheiro …

Afinal, sempre que se trata de investir dinheiro para viver de renda com os juros que esse investimento produz, é necessário investir uma boa quantia de dinheiro.

Seja renda fixa, imóveis ou ações.

Se você quer uma renda passiva onde você trabalhe pouco, é necessário mais dinheiro.

Se você quer uma renda passiva onde você tenha que investir pouco dinheiro, são necessárias mais horas trabalhadas.

Não há como fugir disso … ou você investe muito dinheiro ou você investe muito tempo de trbaalho.

Mas em relação a renda fixa, imóveis ou ações, você deve entender a diferença entre ativos e ativos que geram renda.

Ativos

A renda fixa é apenas um ativo.

O dinheiro que você investe em Tesouro Direto, CDI, LCA ou LCI rende juros mensais.

Caso esses juros não sejam reinvestidos, o seu patrimônio nunca vai crescer.

Ele cresce em função dos juros que são reinvestidos.

Logo, se você descontar a inflação (IPCA) da rentabilidade bruta do Tesouro Selic, por exemplo, a rentabilidade real vai ser bem menor.

De acordo com estimativas feitas pela corretora Rico em janeiro de 2017, a rentabilidade real do Tesouro Selic (que varia conforme a Taxa Selic), ficaria em torno de 6,67% ao ano em 2017.

como investir em dividendos
Exame.com

Isso quer dizer que se você retirar todos os juros que seu investimento rende todos os meses, com o tempo o seu poder de compra vai ficando menor.

Pois a inflação (que mede o aumento dos preços) sempre tende a existir, e portanto, o seu custo de vida sempre tende a subir ao longo do tempo. Em alguns anos sobem mais e em outros sobem menos.

O que R$ 10 mil compram hoje, não vão comprar daqui a 10 anos.

Imagine que você tenha R$ 1 milhão investidos na renda fixa e, utilizando o exemplo acima, você tenha uma taxa de juros que paga 1% ao mês (arredondando para simplificar, pois vai dar menos do que isso).

Isso daria R$ 10 mil de juros ao mês.

Mas para que você NÃO perca seu poder de compra, você só pode gastar uma parte desses R$ 10 mil. A outra parte você deve reinvestir.

Usando o exemplo acima, você só poderia usar 0,50% de juros (arredondando para simplificar), pois esses foram os ganhos reais acima da inflação.

Ou seja, você poderia usar somente R$ 5 mil, os outros R$ 5 mil você teria que reinvestir para que seu patrimônio total (R$ 1 milhão) cresça junto com a inflação e mantenha o seu poder de compra.

Desanimador né …

Mas fique tranquilo, pois você pode investir uma parte do seu dinheiro em outra classe de ativos que proporciona uma renda que tende a neutralizar os efeitos da inflação. Estou falando dos …

Ativos que geram renda

Imóveis e ações são ativos que geram renda.

O dinheiro que você investe em imóveis, sejam físicos ou através de FII´s, ou em ações, cresce independentemente de você reinvestir os “juros” que eles geram.

Os juros a que me refiro são: aluguel dos imóveis e dividendos das ações.

Se você não reinvestir os juros, o imóvel vai continuar se valorizando e a ação também.

Desde que sejam ativos de qualidade que tenham valor, obviamente.

Caso você reinvista esses juros, muitas coisas boas vão acontecer durante sua jornada.

Como durante as crises, esses ativos que geram renda, caem de preço, é possível você ter um retorno muito maior que na renda fixa.

E um retorno maior significa que você pode investir menos dinheiro.

Ou seja, cai por terra a afirmação de que é necessário muito dinheiro para viver de dividendos.

Tanto o aluguel quanto os dividendos são reajustados pela inflação.

Veja o aluguel do seu imóvel (comercial ou residencial), consta no contrato que o aluguel vai ser reajustado de acordo com o IGPM anualmente, não é?

Esse IGPM é um dos índices de inflação que existem.

Logo, o proprietário do imóvel sempre tende a receber (salvo perídos de crise) uma renda já levando em consideração a inflação e portanto, ele pode usar TODO o aluguel para manter o seu estilo de vida.

No caso das ações, os dividendos são parte do lucro a qual os acionistas tem direito.

Se você for acionista de uma empresa boa e sólida, tenha a certeza de uma coisa …

Eles sabem como ganhar dinheiro, tem mais chances de superar crises e tendem a sempre manter seus lucros consistentes.

E para gerar lucros consistentes, você precisa superar a inflação.

Como os dividendos são parte do lucro … é razoável afirmar que os dividendos já são pagos levando em consideração a inflação.

Logo, você pode gastar 100% dos dividendos que você vai receber como renda.

Diferente dos juros da renda fixa.

Só que para que você entenda como é possível ter um alto retorno com dividendos, sem precisar de muitos milhões investidos, você deve entender o próximo tópico.

2. 3 FATOS QUE VÃO MOTIVAR VOCÊ A CRIAR SUA RENDA COM DIVIDENDOS

investir em dividendos
Se você assistiu “Em busca da felicidade” então você sabe do que estou falando …

Agora que você já entendeu que você vai precisar de bastante dinheiro em qualquer situação que você quiser viver de renda: tanto na renda fixa quanto na bolsa ou FII´s

E que o mito de que e é necessário muito mais dinheiro para viver de dividendos está furado.

É hora de explicar as vantagens de se investir em dividendos e como você pode ganhar muito com isso.

Se você pegar R$ 1 milhão e colocar na renda fixa … você vai ter como juros cerca de R$ 120 mil ao ano (1% ao mês).

Se você pegar R$ 1 milhão e investir em ações que paguem em média 5% ao ano de dividendos … você vai ganhar R$ 50 mil ao ano

MUITO pouco … realmente.

Mas não é dessa maneira que você vai investir em ações e ganhar toneladas de dividendos.

Para que os dividendos tenham um retorno que supere até mesmo o da renda fixa você deve tomar conhecimento de 3 fatos essenciais …

Fato #1 – A porcentagem de dividendos que você vai receber é calculada em cima do preço médio de mercado da ação.

Ex. Ação custa R$ 10 e a empresa paga em dividendos R$ 0,50 por ação ao ano (=5%)

Logo … se você conseguir comprar essa ação a R$ 8 e a empresa pagar R$ 0,50 por ação, o seu retorno será de 6,25% ao ano.

Portanto … o retorno com dividendos é relativo ao SEU preço médio … e não ao retorno médio que eles divulgam (no caso estou falando do dividend yield que é a divisão dos dividendos pagos por ação/preço da ação, saiba mais aqui)

Por outro lado … se você pagar mais do que R$ 10 por ação, então o seu retorno será menor

Fato #2 – O seu preço médio vai diminuindo com o passar dos anos, se você for um Buy and Holder

Se você reinvestir os dividendos … seu preço médio vai diminuindo.

Se a empresa fizer bonificações … seu preço médio diminui também.

Cálculo do preço médio: Dinheiro investido/quantidade de ações

Imagine que você investiu R$ 10 mil e comprou 1 mil ações.

Seu preço médio será de R$ 10 por ação.

Suponha que a empresa pagou R$ 0,50 por ação de dividendos.

Então você recebeu R$ 0,50 x 1 mil ações = R$ 500 de dividendos.

Logo em seguida você comprou mais ações dessa empresa … R$ 500/R$ 10 (preço de cada ação), aqui você conseguiu comprar 50 ações.

Total de ações após o reinvestimento = 1.050 ações

Preço médio … R$ 10 mil / 1050 ações = R$ 9,52 por ação

Isso porque você comprou mais ações com um dinheiro que rendeu do seu investimento inicial … logo, você não investiu nada do seu bolso (pois seriam como os juros da renda fixa).

O mesmo é válido para quando você simplesmente recebe ações da empresa (bonificação).

Imagine que essa empresa, após a distribuição dos dividendos, ainda resolveu bonificar cada investidor em 10%.

Isso quer dizer que você receberá 10% a mais de novas ações, em relação à quantidade que você já possui.

Logo você ficar com … 1050 + 10% = 1.155 ações

Preço médio … R$ 10 mil / 1155 ações = R$ 8,65 por ação

Ou seja, com o passar dos anos, seu preço médio sempre tende a cair se você reinvestir os dividendos e se a empresa bonificar.

E isso fica melhor ainda. Veja o próximo fato.

Fato #3 – Os dividendos são distribuídos “por ação” e não pela quantidade de dinheiro que você investiu

Se você pesquisar, você vai perceber que as empresas costumam manter o seu dividend yield constante (dividendos distribuídos/preço médio da ação).

Ex. Imagine que uma empresa paga 5% de dividendos ao ano (dividend yield = 5%)

Agora, imagine que o preço de suas ações suba R$ 1 por ano …

Ano 1: R$ 10
Ano 2: R$ 11
Ano 3: R$ 12 …

A cada ano que se passa ela vai pagando uma taxa constante de dividendos (5%) em relação ao preço médio da ação. Veja o quanto você receberia por ação.

Ano 1: R$ 0,50 de dividendos
Ano 2: R$ 0,55 de dividendos
Ano 3: R$ 0,60 de dividendos …

Isso assumindo que a empresa é boa e que o seu lucro vai se mantendo consistente ano após ano.

Logo, a cada ano que se passa a empresa vai pagando cada vez mais dividendos por ação, em termos absolutos, mas em termos relativos (porcentagem) é sempre constante em 5%.

Se você for reinvestindo seus dividendos, você terá cada vez mais ações dessa empresa ano após ano.

Portanto, você vai recebendo cada vez mais dividendos.

Voltando no exemplo do Fato #1 …

Você tinha 1000 ações no primeiro ano e passou para 1155 ações no segundo ano, um aumento de 15,5% na quantidade de ações.

O que significa que você receberá uma quantidade de, aproximadamente, 15,5% A MAIS de dividendos … se os números se mantiverem constantes.

Em paralelo a isso, o seu preço médio vai diminuindo com o passar do tempo.

Portanto, o seu retorno com dividendos vai aumentando ano após ano, se você reinvestir os dividendos.

A relação do seu preço médio / dividendos recebidos … vai ficando cada vez maior.

Mesmo que o dividend yield se mantenha em 5%.

Agora, imagine se o Dividend Yield subir junto?

Aí é o efeito bola de neve acelerada.

Tanto que Ben Reynolds (Sure Dividend) recomenda investir em ações que pagam dividendos crescentes para o longo prazo, fazendo o reinvestimento dos dividendos.

Pois segundo estatísticas (americanas, porém que podem ser replicadas com as empresas daqui por se tratarem apenas de números), ações que pagaram dividendos crescentes, superaram ações que pagam dividendos constantes em 2,4% ao ano, desde 1972 a 2013.

como investir em dividendos
Dividendos crescentes (linha roxa) … Dividendos constantes (linha azul)

Resumindo … comprar R$ 1 milhão em ações de uma vez não vai dar um retorno atraente, pois você terá um retorno igual ao dividend yield médio das empresas que você investe.

Mas se você investir R$ 1 milhão em ações gradativamente, ano após ano, ir reinvestindo e ir recebendo bonificações …

No final de 10, 20 ou 30 anos … o seu retorno relativo (percentual) e absoluto, serão muito maiores que o do dividend yield atual e muito maior que o da renda fixa.

Graças à esses 3 fatos que Luiz Barsi hoje está com risco praticamente ZERO na bolsa e com um retorno na casa dos milhões em dividendos anuais.

A cada dividendo que ele recebe o retorno (relativo e absoluto) é gigantesco e o risco fica cada vez menor (talvez seja até mesmo negativo).

Ou seja, investir em ações visando renda com dividendos vale à pena e não é necessário mais dinheiro do que você investiria em renda fixa.

3. 3 EXEMPLOS REAIS DE COMO OS DIVIDENDOS FUNCIONAM (E MUITO BEM)

investir em dividendos

O exemplo que você viu no item anterior era fictício, apenas para que você entendesse a estratégia por trás do reinvestimento dos dividendos.

Agora, quero mostrar 3 exemplos reais de como consegui aumentar minha rentabilidade e o recebimento de dividendos para 3 ações diferentes.

Ações do Banco do Brasil

De acordo com os dados do site da BM&FBovespa, o Banco do Brasil distribuiu a seguinte quantidade em dividendos (proventos em dinheiro).

Data Dividendos
01/03/2016 R$ 0,10
10/05/2016 R$ 0,13
24/05/2016 R$ 0,14
09/08/2016 R$ 0,14
09/08/2016 R$ 0,00
30/08/2016 R$ 0,13
01/11/2016 R$ 0,11
22/11/2016 R$ 0,08
14/02/2017 R$ 0,03
21/02/2017 R$ 0,07
Total R$ 0,92

Levando em consideração que você poderia ter comprado BBAS3 a R$ 12,99 por ação.

Vamos supor que você tenha comprado 1000 ações de BBAS3.

Veja o quanto de retorno que você teria durante 2016 até hoje com dividendos (abril 2017).

Para cada ação, você teria um recebimento de R$ 0,92 de dividendos.

Como o seu preço de compra foi de R$ 12,99 …

O seu retorno com dividendos foi de 7,08% para o período.

Mas como você teria reinvestido esses dividendos e comprado 28 ações (R$ 920/R$ 28,64), a sua quantidade de ações subiu para 1032.

Na próxima distribuição de dividendos, a tendência é que você receba 3,2% a mais de dividendos.

Que além de estarem já corrigidos pela inflação, vão vir em maior quantidade pois você terá mais ações de BBAS3.

Fora que o seu preço médio estaria em R$ 12,99 / 1032 = R$ 12,58 … ou 3,15% mais baixo.

Caso a mesma quantia de dividendos fosse distribuída no período seguinte, o seu retorno seria de R$ 0,92 / R$ 12,58 = 7,15% em dividendos.

Já maior que o período anterior (7,08%) e já maior que o aluguel (cerca de 6% ao ano) e menor que os juros da renda fixa (12% ao ano). Mas crescente =)

Ações Bradesco

De acordo com os dados do site BMF&Bovespa, para cada ação de BBDC4, de 2016 até março de 2017, você teria recebido em dividendos …

Data Dividendos
15/01/2016 R$ 0,02
15/02/2016 R$ 0,02
17/03/2016 R$ 0,02
02/05/2016 R$ 0,02
17/05/2016 R$ 0,02
22/06/2016 R$ 0,19
01/07/2016 R$ 0,02
15/07/2016 R$ 0,02
17/08/2016 R$ 0,02
20/09/2016 R$ 0,63
03/10/2016 R$ 0,02
17/10/2016 R$ 0,02
16/11/2016 R$ 0,02
21/12/2016 R$ 0,28
02/01/2017 R$ 0,02
01/02/2017 R$ 0,02
01/03/2017 R$ 0,02
03/04/2017 R$ 0,02
Total R$ 1,39

Por cada ação, R$ 1,39 em dividendos.

Como você poderia ter pago R$ 21,80 por cada ação de BBDC4 …

Você teria tido um retorno de 6,33% em dividendos (acima do aluguel).

Considerando que você tinha comprado 1000 ações de BBDC4 e que reinvestiu esses R$ 1,39 comprando mais ações (a R$ 28,36), você estaria agora com 1048 ações.

Como o Bradesco ainda bonificou em 10% (em 18-04-17), você estaria com 1.152 ações hoje.

O que daria um retorno 15,2% maior em dividendos na próxima distribuição (caso os valores sejam mantidos).

Fora que o seu preço médio estaria em R$ 21,80/1152 = R$ 18,92.

Caso a mesma quantia de dividendos fosse distribuída no período seguinte (1 ano e 4 meses), o seu retorno seria de R$ 1,38 / R$ 18,92 = 7,29% em dividendos.

Já maior que o período anterior (6,33%) e menor que os juros da renda fixa (12% ao ano). Mas crescente =)

 Ações ITUB4

De acordo com os dados do site BM&F Bovespa, para cada ação de ITUB4, em 2016 até abril de 2017, você teria recebido em dividendos …

Data Dividendos
29/01/2016 R$ 0,02
01/02/2016 R$ 0,20
01/02/2016 R$ 0,46
29/02/2016 R$ 0,02
31/03/2016 R$ 0,02
29/04/2016 R$ 0,02
31/05/2016 R$ 0,02
30/06/2016 R$ 0,02
29/07/2016 R$ 0,02
01/08/2016 R$ 0,40
31/08/2016 R$ 0,02
30/09/2016 R$ 0,02
31/10/2016 R$ 0,02
30/11/2016 R$ 0,02
09/12/2016 R$ 0,47
29/12/2016 R$ 0,02
31/01/2017 R$ 0,02
06/02/2017 R$ 0,78
20/02/2017 R$ 0,02
31/03/2017 R$ 0,02
28/04/2017 R$ 0,02
Total R$ 2,54

Por cada ação, R$ 2,54 em dividendos.

Como você poderia ter pago R$ 26,19 por cada ação de ITUB4

Você teria tido um retorno de 9,69% em dividendos (acima do aluguel de imóveis).

Considerando que você tenha comprado 1000 ações de ITUB4 e que reinvestiu R$ 1,17 (até o dia 8 de julho de 2016) comprando mais ações (a R$ 27,70, fechamento julho de 2016), você estaria com 1042 ações

Como ITUB4 ainda bonificou em 10% (em 14-09-16), você estaria com 1.146 ações.

Se tivesse reinvestido ainda o restante dos dividendos equivalente a R$ 1,36 por ação de dividendos (desde 30-09-16 até 28-04-17) comprando mais ações de ITUB4 a R$ 36,26 (preço de 19-5-17).

Você teria hoje 1.183 ações de ITUB4.

O que daria um retorno 18,3% maior em dividendos na próxima distribuição (caso os valores sejam mantidos).

Fora que o seu preço médio estaria em R$ 26,19/1183 = R$ 22,13.

Caso a mesma quantia de dividendos fosse distribuída no período seguinte (1 ano e 4 meses), o seu retorno seria de R$ 2,54 / R$ 22,13 = 11,47% em dividendos.

Já maior que o período anterior e menor que os juros da renda fixa (12% ao ano). Mas crescente e bem próximo =)

Veja, portanto, que o retorno com dividendos é compensador sim.

Mas só se você tiver como foco o longo prazo, ao invés de simplesmente investir R$ 1 milhão (ou qualquer quantia) de uma só vez em ações.

Mas para que você consiga retornos acima da renda fixa, é necessário que você também preste atenção aos fatores que você vai ver no próximo tópico.

4. 2 FATORES ESSENCIAIS PARA VOCÊ OTIMIZAR O SEU RETORNO COM DIVIDENDOS HOJE E SEMPRE

investir em dividendosAgora que você já entendeu como o reinvestimento de dividendos tende a ser recompensador ano após ano e já viu, com base em exemplos reais, que isso é possível …

Chegou a hora de você saber o que é preciso para potencializar o seu retorno, assim como você viu nos exemplos reais anteriormente.

A essa altura do post, você já entendeu que o retorno com dividendos pode ser compensador se você, primeiro, focar no longo prazo.

Mas para que o seu retorno valha à pena o seu esforço, você deve saber colocar em prática os 2 fatores a seguir:

  1. Investir somente em empresas boas
  2. Pagar um preço baixo por suas ações (ou pelo menos justo)

Veja como cada fator vai ajudar você na sua jornada rumo à sua liberdade financeira.

Investir somente em empresas boas

Ao investir em empresas boas você mata 2 coelhos com 1 cajadada só, pois …

A) Você ganha em segurança.

Pois empresas boas, que tem um bom histórico e que sobreviveram às crises passadas, tendem a ter mais chances de sobreviverem às próximas crises.

A sua capacidade de se recuperar das crises já foi posta à prova nos anos anteriores e isso prova que a empresa tem o que é necessário para superar as difculdades e continuar prosperando.

B) Além disso, você ganha na perspectiva de lucros futuros.

Pois empresas que sabem se virar durante as crises, conseguem sair mais forte delas e têm mais facilidade de prosperar em momentos bons da economia.

É a mesma coisa quando você vai contratar alguém para a sua empresa.

Se é que você tem uma, mas se você não tiver … imagine que você tenha uma empresa e está contratando alguém para o setor de vendas.

Quem você acha que vai se sair melhor?

Um candidato com pouca experiência e com um histórico mediano …

Ou um candidato com bom histórico, que fez milhões em vendas e que está motivado para conseguir o mesmo para a sua empresa?

Em qual dos 2 candidatos você confiaria o futuro da sua empresa?

Logicamente, no que possui o melhor currículo.

Nada garante o bom futuro, mas é razoável afirmar que o bom histórico aumenta as chances de bons resultados no futuro.

Pagar um preço baixo por suas ações

Aqui, novamente, você ganha eficiência ao matar 2 coelhos com 1 cajadada só, pois …

A) Você ganha em segurança.

Pois caso alguma coisa dê errado, o seu prejuízo será minimizado.

Pois você já está comprando barato … se cair mais, você perderá pouco.

Bem menos do que se você tivesse comprado no topo, junto com a euforia de mercado.

B) Você também ganha em lucratividade.

Além de ter maiores chances de lucrar (já que a empresa é boa e está barata).

Você também terá uma maior lucratividade, pois o preço está injustamente baixo.

Como a empresa é boa, em algum momento o mercado vai perceber essa discrepância e vai corrigir o preço da ação dessa empresa até um valor justo.

Nesse meio tempo, você vai lucrar.

E como o mercado é feito de emoções, a euforia vai fazer com que os preços subam a patamares exagerados, muito acima do que seria o valor justo.

O que vai fazer o seu lucro ser maior ainda.

Enfim, comprar empresas boas por um preço baixo vai acabar aumentando tanto o retorno com dividendos, quanto o aumento do seu patrimônio em ações.

Essa é a maneira mais eficiente de ter um alto retorno com segurança, na bolsa de valores.

Tanto com dividendos, quanto com aumento do preço das ações.

CONCLUSÃO

Para investir em dividendos e conseguir viver de renda, você aprendeu que …

  1. Não precisa de muito dinheiro (não tanto quanto os especialistas afirmam) …
  2. É possível ter um excelente resultado, se você focar no longo prazo …
  3. Com base em exemplos reais, você consegue aumentar ano após ano o seu retorno …
  4. Você pode acelerar o processo se souber como comprar ações de boas empresas por um preço barato …

Caso você tenha gostado do artigo, tenho certeza que você vai gostar dessa apresentação grátis que eu fiz.

Trata-se do método que utilizo e que centenas de investidores já utilizam, para conseguir comprar ações boas e baratas e assim conquistar um alto retorno com dividendos, com segurança e pouco tempo de dedicação.

Desde 2008 tenho utilizado e aperfeiçoado esse método … e hoje posso afirmar que é possível para qualquer pessoa (inclusive se você estiver começando do zero) replicar o método e assim, conquistar uma aposentadoria tranquila sem precisar ser um especialista em economia.

Mas, logicamente, é necessário que você saiba o que fazer a respeito.

Espero que tenha gostado do post e que agora você esteja mais motivado a investir em ações para criar renda com dividendos e conquistar uma aposentadoria adiantada, tranquila e confortável.

Se você ficou com alguma dúvida ou tem algum comentário para fazer, é só escrever abaixo que eu respondo.

 

Grande abraço,

– Bruno Kataoka