Bonificações e Desdobramentos em Ações: Definições e Vantagens

Bonificações e Desdobramentos em ações
Créditos: CNN money

Quer saber o que você ganha com as bonificações e desdobramentos em ações?

Então você está no lugar certo!

Agora você vai descobrir que além dos dividendos, os proventos em ações também são capazes de acelerar mais ainda o crescimento do seu patrimônio, diminuir o seu risco e aumentar a sua renda passiva no futuro.

Mas isso só é possível se você for um investidor Buy and Holder.

Continue lendo para descobrir:

  1. O que são os desdobramentos.
  2. O que são os grupamentos.
  3. O que são as bonificações.
  4. A grande vantagem das bonificações e desdobramentos para os acionistas (exemplo real).

Se você achou interessante, compartilhe com seus amigos na sua rede social favorita clicando em algum dos ícones acima.

Conheça uma estratégia altamente lucrativa para você aplicar na bolsa e tirar o máximo de proveito das bonificações e desdobramentos. Baixe agora GRÁTIS o eBook "A Estratégia Definitiva Para Vencer na Bolsa de Valores".


No último item analiso junto com você uma das empresas mais antigas da Bolsa de Valores para que você entenda como qualquer pessoa, mesmo que seja um investidor iniciante,  pode se beneficiar de tudo isso na prática.

Você vai se surpreender com o resultado!

Então, pra não ficar perdido durante essa análise, tenha a certeza de ter lido e entendido tudo que vou explicar nesses 2 primeiros itens.

O que são os Desdobramentos (Splits)?

O desdobramento em ações é quando uma ação de uma empresa qualquer é dividida em 2 ou mais partes iguais.

Por exemplo, se você tem uma ação de uma empresa que custa R$ 100,00 e ela sofre o desdobramento de 2 para 1, você passará a ter 2 ações com o valor de R$ 50,00 cada.

Perceba que o valor do seu patrimônio não mudou, continua sendo R$ 100,00, mas a quantidade de ações e o valor de cada uma delas sim.

Mas por que isso acontece?

Simples, isso acontece quando o valor de cada ação está muito elevado.

Como o lote integral mínimo é composto por 100 ações, então o valor de um lote integral para uma ação que está sendo negociada a R$ 100,00 seria de (100 ações X R$ 100,00) R$ 10.000,00.

O que pra muita gente é muito dinheiro para ser investido de uma vez só em uma única empresa. Principalmente se você for um investidor pequeno e pensar em diversificação.

Então, para melhorar a liquidez de suas ações, as empresas podem se decidir por realizar o desdobramento, para que assim o lote integral fique mais barato e permita que muitos pequenos investidores possam adquiri-lo.

No exemplo dado, se a ação sofresse um desdobramento de 2:1 então o lote integral passaria de R$ 10.000,00 para R$ 5.000,00.

Como saber se uma ação sofreu desdobramento?

O desdobramento é divulgado no site da BM&FBovespa na página de todas empresas na aba Eventos Corporativos.

Procure pela tabela de Proventos em Ações e verá todo o histórico de desdobramentos, grupamentos e bonificações, caso estes tenham existido.

O desdobramento é expresso em porcentagem e o seu cálculo funciona da seguinte maneira:

desdobramento bonificação4

Veja que a quantidade de ações e o preço mudam proporcionalmente ao valor do desdobramento, sendo que o patrimônio total permanece inalterado.

Efeitos dos desdobramentos em ações

Cortando o valor da ação pela metade, o valor de dividendos por ação também cai pela metade.

Se antes do desdobramento você tinha direito a, por exemplo, R$ 0,50 de dividendos por ação, após o desdobramento (100%) os dividendos a serem pagos por ação passará a ser de R$ 0,25.

E isso é algo natural, afinal você vai ter o dobro de ações, então a curto prazo nada muda e o montante de dividendos que você vai receber será o mesmo.

Entretanto, se uma empresa fez o desdobramento quer dizer que o preço de suas ações estava muito alto.

Se o preço subiu tanto, é porque a empresa conseguiu gerar muito valor para os investidores, o que elevou o preço de suas ações no longo prazo.

Então a princípio se uma empresa realiza o desdobramento, quer dizer que isso é um bom sinal.

Não é a única coisa a ser analisada quando se vai investir em uma empresa, mas com certeza é um sinal de que ela é bem vista pelo “dinheiro inteligente”.

Se a empresa realmente for boa, no longo prazo ela vai conseguir continuar crescendo, vai continuar aumentando seus lucros e vai continuar atraindo o “dinheiro inteligente”, o que vai resultar no aumento do preço de suas ações.

Além disso, a tendência é de que os dividendos pagos por ação também aumentem.

Então no longo prazo isso é um ótimo negócio. Mais pra frente você vai ver como isso funciona na prática e o quanto seus dividendos teriam crescido sem que você tivesse que se esforçar muito para isso.

O que são os Grupamentos (Inplits)?

É exatamente o oposto do desdobramento.

Quando ocorre o grupamento a empresa decide que vai transformar 2 ações ou mais em 1 só.

Isso acontece na maioria das vezes quando o preço da ação está muito baixo e a empresa, para diminuir a volatilidade de suas ações, decide por aumentar artificialmente o preço por ação realizando um grupamento.

Para que você entenda, se uma ação que vale R$ 1,00, por exemplo, se subir 10 centavos, terá se valorizado 10% e se cair 10 centavos terá se desvalorizado 10%, o que causa muita volatilidade em termos percentuais, o que não é bom e pode passar uma idéia errada a respeito da empresa.

Nesse caso se cada ação valesse R$ 0,50 e você tivesse 100 ações dessa empresa, após o grupamento na proporção de 2 para 1 (2 ações viram 1 uma) você teria cada ação valendo R$ 1,00 e teria apenas 50 ações dela.

O valor por dividendos também dobraria nesse caso.

Entretanto, veja que o grupamento acontece, no final das contas, porque o preço da ação está muito baixo, em muitos casos, abaixo de R$ 1,00, o que é um mau sinal.

Se o preço das ações só tem caído no longo prazo, a ponto de valer menos que R$ 1,00, então quer dizer, no mínimo, que o “dinheiro inteligente” não está buscando essa empresa por algum motivo.

O que demonstra que os fundamentos provavelmente estão defasados.

Recentemente a Bovespa decidiu que empresas cujas ações estivessem valendo menos que  R$ 1,00 seriam expulsas da bolsa.

O que provocou uma grande correria de grupamento de ações de várias empresas.

Então, um grupamento não deve ser visto com bons olhos. O preço por ação vai subir, mas pelo motivo errado. O que geralmente acontece é o preço subir e logo em seguida começar a cair novamente.

Sem fundamentos bons, é impossível uma empresa se valorizar no longo prazo. Portanto, fique longe de empresas que realizam grupamentos, afinal, nem mesmo a Bovespa queria elas por perto.

O que são as Bonificações?

É um provento que a empresa paga aos seus acionistas em forma de ações.

Então as empresas podem lançar mão das bonificações para pagar os acionistas com ações ao invés de pagar com dinheiro (dividendos).

Vale lembrar que o preço da ação também sofre alteração após as bonificações, de modo que o patrimônio total fica inalterado.

Então se a bonificação foi de 10% e você tinha 100 ações, então você vai receber 10 ações a mais, mas o preço da ação vai ser cortado proporcionalmente também, de modo que seu patrimônio total fique inalterado.

Como saber se uma ação sofreu bonificação?

Assim como o desdobramento, para encontrar o histórico de bonificações você só precisa ir ao site da BM&FBovespa, procurar pela empresa e buscar na parte de Eventos Corporativos a tabela de Proventos em Ações.

Ela também é divulgada por porcentagem e o seu cálculo funciona como na tabela abaixo:

desdobramento bonificação3

Efeitos das bonificações em ações

Apesar das bonificações provocar uma queda nos preços das ações, o objetivo não é aumentar a liquidez de suas ações, mas sim o de aumentar o capital social da empresa.

E isso é bom sinal, pois você como investidor terá mais ações da empresa sem ter que colocar mais dinheiro nela.

Isso significa que terá direito a receber mais dividendos na próxima distribuição e também que seu patrimônio vai aumentar.

Quando você recebe uma bonificação de 10%, quer dizer que a quantidade de ações que você possui aumentou em 10%, quando os preços voltarem ao preço de antes da bonificação, seu patrimônio terá aumentado em 10% sem que você tivesse que colocar mais dinheiro do seu bolso para isso.

Uma empresa que decide fazer bonificações em ações, geralmente o faz utilizando a reserva de lucros, transferindo parte do montante para o capital social.

Logo, é de se esperar que a empresa seja capaz de lucrar e aumentar suas reservas, demonstrando que a administração tem feito um bom trabalho.

Então, uma empresa que realiza bonificações só o fazem se for capaz de gerar grandes somas de dinheiro, do contrário, utilizaria esse montante para outras coisas.

As chances são de que uma empresa realiza bonificações à seus acionistas seja capaz de gerar valor aos investidores no longo prazo e, portanto, a queda no curto prazo de preço será amplamente compensada no futuro.

Isso se os fundamentos se mantiverem sólidos.

A Grande Vantagem das Bonificações e Desdobramentos em Ações Para o Acionista (Exemplo Real)!

Agora farei uma rápida análise da evolução dos dividendos e proventos em ações de uma das empresas mais antigas da Bolsa de Valores para que você entenda como as bonificações e desdobramentos podem ser grandes aliados.

A empresa em questão é a Alpargatas (ALPA3, ALPA4), que abriu seu capital na bolsa em 1913 e que nesse ano de 2016 vai completar exatamente 103 anos de bolsa!

Pra quem não conhece, ela é dona de uma das sandálias mais famosas do mundo: as Havaianas.

É um histórico de se respeitar, visto que muitas empresas fecharam seu capital e até mesmo faliram durante esse mesmo período. Isso demonstra, no mínimo, que a empresa sabe conduzir o seu negócio, pelo menos até hoje 😉

Mas fique tranquilo que não vou analisar todos os 100 anos, vou pegar somente a partir de 2009 para que fique uma análise mais próxima da realidade atual.

Você vai ver como foi a evolução dos dividendos e vai saber o quanto de retorno total (dividendos + aumento no preço) um investidor poderia ter tido em um período onde a bolsa de valores como um todo teve um desempenho ruim.

Os resultados são incríveis e o mais legal é que para ter conseguido isso, o investidor só precisaria de 3 coisas:

  • comprar a ação por um preço baixo;
  • escolher uma empresa com bons fundamentos e;
  • ter tido paciência.

O estudo foi feito levando em consideração as ações ordinárias (ALPA3) que costumam receber dividendos menores.

Veja abaixo a tabela com a evolução dos dividendos juntamente com os proventos em ações:

desdobramento bonificação

Nessa tabela eu simulei uma compra logo no início de 2009 de apenas 1 lote de 100 ações pelo preço de R$ 45,18, que era o preço da ação na época, totalizando um investimento inicial de R$ 4.518,00.

Não foram feitos os reinvestimentos de dividendos para que você veja mais claramente como o retorno melhorou.

Em 2010 ocorreu um desdobramento de 1900%, ou seja, para cada 1 ação a empresa daria mais 19 ações, o que fez a quantidade de ações pular para 2000 ações e fez os dividendos diminuírem de R$ 1,61 para R$ 0,13 por ação.

Mesmo assim, os dividendos recebidos aumentaram em 61,49% de um ano para o outro, como você pode ver na coluna “Crescimento anual”.

Em 2011 os dividendos mais que duplicaram para R$ 0,33 por ação, dando um retorno total de R$ 660,00, aumento de 153,85% em relação ao ano anterior.

Em 2012 uma bonificação de 10% fez com que o lote aumentasse de 2000 para 2200 ações, como os dividendos diminuíram para R$ 0,22, o retorno com dividendos deu uma leve queda.

Em 2013 e 2014, em cada ano tivemos mais 10% de bonificação, o que gerou um crescimento exponencial da quantidade de ações, que passou de 2200 para 2662.

Isso permitiu que em 2014, mesmo com uma leve queda dos dividendos pagos, de R$ 0,26 para R$ 0,25, a quantidade total de dividendos fosse maior que em 2013.

Em 2015 não houve bonificações nem desdobramentos, mas em compensação, os dividendos de R$ 0,89 por ação fizeram os acionistas da Alpargatas pularem de alegria, pois esse aumento representou uma evolução de 256% em relação a 2014 no retorno com dividendos.

Conclusão

Se você fosse analisar somente a coluna dos “Dividendos”, você poderia pensar que a empresa era boa e que com o tempo sofreu um baque que diminuiu os dividendos pagos por ações e está se recuperando lentamente.

Quando na verdade ela só tem crescido nesses últimos 6 anos.

Isso porque ela distribuiu muitos proventos em ações (bonificações e desdobramentos) durante esse período e agora está voltando a crescer os proventos em dinheiro (dividendos e JSCP).

E ao associar as bonificações com o reinvestimento dos dividendos, você pode alcançar resultados inimagináveis.

Essa é a beleza de se investir no longo prazo como um Buy and Holder, você cresce junto com a empresa sem ter que se estressar, sem ter que ficar acompanhando o mercado o tempo todo e no fim ainda tem um retorno muito acima da média com um risco cada vez menor.

Veja na última linha o quanto você teria tido de retorno se tivesse comprado em 2009 um lote por R$ 4.518,00. Só com os dividendos você já teria tido mais de 100% de retorno, pois no total você recebeu R$ 5.228,88 nos últimos 6 anos, o que dá um retorno de cerca de 115%.

Isso significa que hoje, seu risco na ação seria zero! Melhor ainda, seu risco seria negativo, já que todo dinheiro que você investiu e mais um pouco já voltou pra você.

Considerando os dividendos recebidos em 2015 e comparando com os recebidos em 2009, você teve um crescimento de 1371,54% nos dividendos distribuídos pela empresa.

O que bate de longe a inflação do país no período, o que significa que sua renda passiva tem crescido mais que a inflação.

Agora, se você for considerar a valorização do preço das ações no período, os seus R$ 4.518,00 teriam se transformado em R$ 21.296,00 (cotação de 18.03.2016), uma valorização de 371,36%.

Juntando os dividendos com o aumento do preço da ação, o seu retorno total teria sido de 487,09% em 6 anos e 3 meses. Enquanto que o CDI rendeu cerca de 85,88% no período.

E agora eu te pergunto: vale a pena investir em ações aqui no Brasil?

Na minha opinião vale sim, mas só se você conseguir cumprir esses 3 requisitos:

  • baixo preço de compra da ação …
  • investir somente em empresas com bons fundamentos …
  • reinvestir os dividendos …

Para saber como colocar tudo isso em prática, preparei uma apresentação gratuita onde revelo o passo a passo do método que tenho utilizado com sucesso desde 2008.

Espero que você tenha enxergado como as bonificações e desdobramentos em ações podem ser grandes aliados do Buy and Holder no longo prazo e consiga investir seu dinheiro de maneira mais consciente.

E o mais importante …

Descubra agora como você pode ter uma alta rentabilidade, com segurança e com apenas 1 dia de dedicação por semana (no máximo) na bolsa de valores.

Mesmo que você seja um iniciante.

Agora, eu gostaria de ouvir o que você tem a comentar sobre esse post e quem sabe até ver se você tem alguma sugestão. De repente ela pode virar o assunto da minha próxima publicação.

Um grande abraço!

– Bruno Kataoka

 

 

 

  • iamdix

    Muito bem explicado!

    • Bruno Kataoka

      Obrigado pelo reconhecimento!

      Abraços

  • Tivon

    “E isso é bom sinal, pois você como investidor terá mais ações da empresa sem ter que colocar mais dinheiro nela.”
    Bonificação será descontado no preço da ação, tirando parte de você !

    • Bruno Kataoka

      Sim, você tem razão, isso vai acontecer.

      Mas no longo prazo, se a empresa continuar boa, os preços vão voltar a subir e você terá o seu desejado crescimento exponencial.

      Abraços